Controle de Pragas na lavoura de soja

Fase reprodutiva da soja (Percevejos e Lagartas)

Percevejos:

Os sugadores estão presentes na cultura da soja desde o perído vegetativo e se estendem até a fase reprodutiva. Dentre as principais espécies destacam-se o percevejo verde e o percevejo marrom. A partir da fase reprodutiva a população aumenta, podendo atingir alta incidência no desenvolvimento das vagens e no início do enchimento de grãos. Neste momento, a soja é mais suscetível ao ataque de sugadores, sendo seu pico na maturação fisiológica, podendo causar perda de produtividade superior a 30% na cultura da soja. Um percevejo por metro quadrado pode causar uma redução de 50 a 120 kg de grão/ha. Essa variação depende da espécie de percevejo que ataca a lavoura, fase da cultura, clima e cultivar.


Lagartas:

Destacamos 3 espécies, lagarta da soja (1), falsa medideira (2) e helicoverpa armizera (3):
(1) É desfolhadora, comum na cultura da soja a partir do estágio V2. As lagartas menores possuem coloração verde e podem ser confundidas com a falsa medideira. Lagartas maiores, com cerca de 1,5cm podem ter coloração esverdeada, bem como amarronzadas, apresentando até 3 linhas brancas longitudinais no dorso. Alimentam-se do terço superior da planta e, dependendo da densidade populacional, podem atacar flores e vagens.
(2): Também desfolhadora, podem acontecer junto com a lagarta da soja diretamente na fase reprodutiva. Quando eclodem, as lagartas tem coloração verde clara e, após se alimentarem, podem apresentar cor verde amarronzada. Possuem listras longitudinais brancas com pontuações pretas no dorso. São assim conhecidas por se locomovem “medindo palmo” com dois pares de pernas distanciais. Localizam-se no terço inferior e consomem as folhas sem atingir as nervuras deixando um aspecto rendilhado.
(3) Uma das principais pragas polífogas das culturas, ataca principalmente soja, milho e algodão. Ingressam pela parte aérea (flor, folidor, zemas, vagens, etc). Alimentam-se em todos os estágios de desenvolvimento, danificando todas as estruturas, como ramos, flores e cápsulas de semente.


Conte com nossos especialistas!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*